Nintendo lança programa de parceria com youtubers e dividirá lucro de vídeos

Há alguns anos temos lido e ouvido falar sobre problemas relacionados à direitos autorais em vídeos do Youtube. Muitas vezes pessoas são denunciadas até mesmo sem razão do denunciante e sofrem as consequências disso, bem como outras vezes o denunciante tem realmente a razão, mas nem sempre o bom senso, e o vídeo acaba saindo do ar de qualquer forma.

Muitas empresas de games já viram o potencial que vídeos em sites populares como o Youtube pode trazer à sua marca e jogos e começaram a fazer, cada uma à sua maneira, programas de incentivo para que os gamers publiquem conteúdo de seus jogos sem ter problemas futuros e que possam muitas vezes até ganhar dinheiro com isso.


Algumas empresas simplesmente liberam que se façam vídeos de todos os seus jogos e disponibilizam algum termo online de fácil acesso com a autorização para tal, permitindo que os jogadores até ganhem dinheiro com isso até mesmo sem ter que pagar ou dividir nada com a empresa, somente em troca da publicidade e potencial aumento da base de jogadores que as empresas podem vir a ganhar com isso.

No caso da Nintendo, o Nintendo Creators Program, que está atualmente em fase beta, apesar de positivo neste sentido de liberação para transmissão de conteúdo de seus jogos, é um pouco mais  complexo. Ele permitirá ao jogador produzir e transmitir vídeos no Youtube, desde que tudo esteja de acordo com seus termos de uso e que os jogos usados estejam na lista de jogos permitidos. Além disso a divisão de lucros atualmente será de 60% para quem fizer parte do programa e dedicar vídeos avulsos aos jogos da Nintendo e de 70% para quem dedicar o canal inteiro aos jogos da empresa enquanto faz parte do programa.

NintendoCreatorsProgram2

Como funciona o esquema para divisão de lucros vindos de anúncios

O lucro com anúncios irá para a Nintendo, que retornará ao youtuber, através de uma conta PayPal, sua parcela correspondente. Ou seja, se você quiser entrar no programa basta ter uma conta Google para poder usar o Youtube, uma conta PayPal e seguir os termos da Nintendo.

Para surpresa de muitas pessoas, vários jogos famosos e que dariam uma bela quantidade de visualizações ainda estão fora da lista de jogos permitidos, como toda a série Smash Bros. e Bayonetta.

Este programa é uma mudança de comportamento por parte da Nintendo, que possui fama de conservadora quando se trata de transmissão de conteúdo de seus jogos por terceiros. E aí, se interessou em participar do Nintendo Creators Program? Visite neste link a página oficial do programa e obtenha todas as informações necessárias (conteúdo lá está em inglês e japonês)!

Fonte: Nintendo

Talvez você goste de ler...