Konami e sua curiosa mídia física para PC de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain

mgsvtpp

Não costumo publicar, ainda, muita coisa que não seja relacionada a jogos de luta, mas este feito da Konami não poderia passar em branco.

O último game no qual Hideo Kojima trabalhou para a Konami foi muito comentado desde sua época de produção e desenvolvimento até o momento do lançamento. Infelizmente desta vez ele será “mal falado”, porém não por causa do jogo em si, mas sim por causa da Konami.

A mídia física de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain para PC possui nela gravados cerca de míseros 8MB de dados, sendo que o jogo possui algo em torno de 28GB de tamanho total. É simplesmente um instalador da Steam gravado no disco.

mgsv-8mb

Para aqueles que não possuem uma ótima conexão de banda larga, como infelizmente é o caso da maior parte dos brasileiros, isso é um completo pesadelo. Dias podem ser gastos até que o jogo seja baixado por algumas pessoas, muitas horas será uma média otimista.

Sinceramente não sei qual é a lógica por trás de gastar dinheiro para gravar 8MB de dados em um disco, providenciar uma caixa adequada e iludir o pobre jogador que tem uma conexão de internet ruim e que vê aquilo na prateleira pensando “nossa, não vou precisar baixar o jogo, vou comprar a mídia física mesmo”, para no final deixar tanto o jogador irritado com o conteúdo do disco quanto levar prejuízo, pois bastava providenciar um cartão de plástico ou papel com a chave que daria no mesmo, só que gastando menos, e o comprador não poderia se sentir enganado, pois estaria vendo claramente que haveria de baixar o jogo de qualquer forma.

Depois de tudo o que já foi falado mundo afora da Konami este ano, estaria ela concorrendo ao título de pior empresa de games de 2015, mesmo se um jogo como Metal Gear Solid V: The Phantom Pain for uma obra prima, ou seria um exagero?

Fontes: Destructoid, Graphure

Talvez você goste de ler...