Entrevista traduzida de Daigo Umehara: O que ele pensa sobre o fator idade nos Fighting Games ?

*No vídeo da entrevista, acima, a parte do Daigo começa por volta dos 7 minutos.

Em uma breve entrevista, traduzida para o inglês pelo Eventhubs, ao programa UGC Gedou Paixi (que em tradução livre para o inglês é algo como UGC Fighting Gamers), Daigo falou sua opinião sobre como a idade afeta um jogador de jogos de luta, bem como sobre outras coisas, confira:

O que levou você a se tornar tão apaixonado e encantado por jogos de luta?

MCZ|Daigo: Tudo começou quando eu tinha por volta de 11 anos de idade. Para começar, eu sempre gostei de competições onde existem o ganhar e o perder. Mas eu não era tão chegado em esportes… nesse tempo no Japão não se tinham muitas coisas a fazer, a não ser esportes, que tivessem o conceito de vencer e perder nelas.
Foi nessa época que eu ouvi falar sobre os arcades, que eram um novo tipo de video game e que tinham o conceito de vencer e perder. Já que, para começar, eu sempre gostei de video games, e com jogos de luta você podendo jogar não somente com seus amigos da escola, mas também com pessoas que você nunca se encontrou, eles rapidamente se tornaram bem atraentes à minha pessoa. E assim foi como eu embarquei no caminho de jogar jogos de luta.

Você acha que a idade é um impedimento para a carreira de um jogador profissional de jogos de luta?

MCZ|Daigo: Para dar um exemplo, supondo que eu não seja um jogador profissional de jogos de luta, mas sim um jogador profissional de outro jogo, como um FPS, RTS ou até Smash Bros. Se eu for competir contra um jogador jovem nesses games, então eu sinto como se o jogador jovem fosse ficar no topo.
Todavia, com jogos de luta, enquanto você fica mais velho você acumula muita experiência e conhecimento, e isso poderia realmente servir como uma grande vantagem para vencer contra, por exemplo, eu mesmo mais jovem.

Como você se mantém em alto nível? Você tem algum segredo para isso?

MCZ|Daigo: Em primeiro lugar eu entrei nessa de jogos de luta somente porque me divertem bastante. Quando eu era criança, jogar jogos de luta me proporcionaram essa forma de prazer que foi como explorar um mundo que eu nunca tinha conhecido antes. Eu penso que provavelmente essa é a maneira que começa para 99% dos jogadores de jogos de luta no mundo. Todo mundo simplesmente começa a jogar porque é muito divertido.
Mas uma vez que você se torna realmente bom nisso, quando você vence e você é elogiado e recebe reconhecimento e, dependendo do lugar, até mesmo dinheiro. Em outras palavras, nesse ponto, quando você é reconhecido como um jogador forte, jogando o jogo você percebe algo além (que não é simplesmente o prazer de jogar). Quando isso acontece, quando você foca em querer vencer pelo reconhecimento ou por ganhar alguma outra coisa, você começa a perceber a ansiedade. Você vai sentir que você é uma fraude e que você atualmente não vai ter uma performance tão boa. E mesmo ganhando dinheiro de torneios, em última análise, se você vai ou não ganhar o prêmio em dinheiro, esta decisão está nas mãos de outra pessoa, não na sua.
Eu penso que, isso de depender da decisão de outras pessoas como fonte de motivação para vencer, não é algo que vai fazer você terminar como um jogador top (Em outras palavras, você tem que ter suas próprias motivações. Esse é o segredo para ficar em uma alto nível). 

Você tem alguma sugestão para os produtores por trás deste programa?  (Estava se referindo ao programa que estava entrevistando o Daigo, o UGC Gedou Paixi).

MCZ|Daigo: No passado, existiam muitos destes programas, publicações e guias que qualquer iniciante poderia ver como referência. Mas hoje em dia não há muitos restantes. A razão para isso é porque, no passado, nós eramos quase todos iniciantes. Haviam muitos iniciantes naquela época, então haviam muitos guias feitos para aqueles iniciantes.
Hoje em dia a maioria dos guias são gerados para jogadores de nível intermediário para cima. E, por conta disso, é muito difícil a população de jogadores de jogos de luta crescer. Então não é uma questão de que os jogadores iniciantes se abstém de entrarem no jogo, mas de que não há uma maneira fácil deles entrarem neste gênero.
Então, para adquirir pessoas mais interessadas em jogos de luta, eu penso que é importante adequar o conteúdo do programa para que iniciantes que estão tentando saber qual a graça do jogo. Para tê-los assim começando do zero. Hoje em dia temos simplesmente um monte de programas que tem pessoas famosas que jogam os jogos e “Veja, essa pessoa famosa está jogando. Agora vai lá e tenta”. Mas isso é realmente sem sentido.
Eu penso que seria útil que se explicasse o que é importante nesses jogos, o que você tem que olhar enquanto joga, a fim de transmitir aos espectadores o que é realmente agradável sobre estes jogos. E assim esperaríamos que os espectadores irão achar os jogos interessantes e jogá-los. Mas, se eles não o fizerem, não é uma boa ideia dizer às pessoas que alguma coisa que é desinteressante para eles é na verdade interessante. Há um limite para o que os jogos podem ser, afinal de contas.

Fontes: Eventhubs, UGC Gedou Paixi       
Imagem por Madcatz

Talvez você goste de ler...